sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dia do professor

Mais um dia do Professor, mais um ano como professora. Continuo sem inspiração para escrever as mais belas palavras rimando em versos em nossa homenagem, durante dois anos tentei encontrá-las, mas ainda não as encontrei. Atualmente, diferentemente de 2008, não trabalho mais na Vila Mutirão, no Colégio Severiano de Araújo, entretanto, lembro-me e tenho saudades de tal colégio até hoje. Como eu gostava dos meus alunos do 6º e 7º ano e dos meus colegas de trabalho do Severiano. Os meninos eram muito carentes, não só financeiramente, mas de carinho e atenção também. Eles eram muito amorosos; viam em mim a possibilidade de um futuro melhor e adoravam me presentear com balas, chicletes... para eles era satisfatório me fazer um agrado. Que saudades! Hoje trabalho no Colégio Waldemar Mundim, amo trabalhar no Mundim.
Nós professores estamos em sala de aula não apenas para repassar conhecimento como também para aprender com os alunos; incentivá-los a alçarem voos maiores -vestibulares, concursos...-; serem cidadãos que saibam exercer cidadania; mostrar que o conhecimento é um bem precioso, o qual ninguém pode tomá-lo e que a partir dele eles poderão conquistar seus sonhos. A interação e a possibilidade de proporcionar um futuro melhor para os nossos alunos fazem com que nossa profissão seja gratificante. Entretanto, nossa profissão não é apenas um mar de rosas, enfrentamos dificuldades: como a desvalorização de nossa classe; problemas com indisciplina e falta de interesse por parte de alguns alunos. Falando nisso me recordo de um poema de meu poeta maior, Carlos Drummond de Andrade:

Professor
O professor disserta
Sobre ponto difícil do programa.
Um aluno dorme,
Cansado das canseiras desta vida
O professor vai sacudi-lo?
Vai repreendê-lo?
Não.
O professor baixa a voz
Com medo de acordá-lo.

Trabalhamos num jardim tomado por belas flores; flores estas com pontiagudos espinhos. Contudo, pelo que eu saiba todas as profissões tem seus prós e seus contras, até mesmo os políticos, com certeza, encontram suas dificuldades, tanto para se elegerem quanto para se manterem no poder. Posso dizer que tenho orgulho de ser professora, acredito no ensino público de qualidade e luto por isso. Enfim, falar sobre nossa profissão daria uma dissertação de mestrado e/ou uma tese de doutorado, sendo assim, finalizo este texto/relato parabenizando todos nós professores. Nunca é demais repetir: Parabéns para nós professores. “Ser professor é padecer no paraíso”.

11 comentários:

  1. Legal,Lívia. A experiência da docência também é muito afetiva. Parabéns, nesse dia! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. É trancedental a experiência da troca de conhecimentos, ao qual propõe a educação! apesar dos pesares, me sinto extremamente feliz com esta profissão! e gostaria de parabenizá-la, não só por este dia ao qual temos a honra de sermos chamdos professores, mais pelo brilhante e reminiscente texto escrito!
    abraço Livia!
    É NÓIS QUE TÁ..... HEHEHEHE
    PROF: Kleber Alves

    ResponderExcluir
  3. Valeu Paula e Kléber por prestigiarem este espaço. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Xará, parabéns pelo texto e pelo dia!
    quando se gosta do que faz, e o mais importante, demostra paixão pela aprendizagem dos estudantes, como eu interpretei do seu texto, o padecer não fica tão pesado assim!
    não é mesmo?

    :)

    FELICIDADES

    ResponderExcluir
  5. Catequese, Lívia. Com a diferença de que alunos, por aqui, ainda não são antropófagos. Ainda. Num país onde Educação não é prioridade, ser professor é ato de heroísmo. Parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Lívia, pelo nosso dia e por esse texto de reflexão.Neusa.

    ResponderExcluir
  7. Isso mesmo minha xará quando somos apaixonados pelo que fazemos padcemos no paraíso. Meu grande amigo escritor, Eduardo, abrigada pelas palavras. E minha deusa da serenidade, parabéns para vc também.

    ResponderExcluir
  8. "Livia, Parabéns pelo Dia do Professor. Nunca te encontrei pessoalmente, mas acho você a mais simpática e melhor professora do Brasil. Alem de ser uma Maravilhosa cronista de futebol. Grande Abraço
    Wilson Gordon

    ResponderExcluir
  9. Professora Lívia, você está duplamente de parabéns: pelo seu dia e pelo sensível texto. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Wilson, até hoje leio aquele texto que escreveu comentando sobre meu texto publicado em o Popular em 2008, ora ou outra leio aquelas palavras encorajadouras. neste seu comentário vc foi muito gentil meu amigo... Marcelo, obrigada por lembrar do dia dos professores e por ser sempre presença constante em meu espaço.

    ResponderExcluir
  11. Lindo dia... Incrível... Parabéns a vocês professores que tanto encantam e desencantam nossas vidas... ( bom sentido) Mas o meu sincero e simples agradecimento a Vocês a quem nos devemos tanto .... E especialmente você Líh.. Por quem tenho um carinho especial... PARABÈns ..... ^^

    ResponderExcluir

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dia do professor

Mais um dia do Professor, mais um ano como professora. Continuo sem inspiração para escrever as mais belas palavras rimando em versos em nossa homenagem, durante dois anos tentei encontrá-las, mas ainda não as encontrei. Atualmente, diferentemente de 2008, não trabalho mais na Vila Mutirão, no Colégio Severiano de Araújo, entretanto, lembro-me e tenho saudades de tal colégio até hoje. Como eu gostava dos meus alunos do 6º e 7º ano e dos meus colegas de trabalho do Severiano. Os meninos eram muito carentes, não só financeiramente, mas de carinho e atenção também. Eles eram muito amorosos; viam em mim a possibilidade de um futuro melhor e adoravam me presentear com balas, chicletes... para eles era satisfatório me fazer um agrado. Que saudades! Hoje trabalho no Colégio Waldemar Mundim, amo trabalhar no Mundim.
Nós professores estamos em sala de aula não apenas para repassar conhecimento como também para aprender com os alunos; incentivá-los a alçarem voos maiores -vestibulares, concursos...-; serem cidadãos que saibam exercer cidadania; mostrar que o conhecimento é um bem precioso, o qual ninguém pode tomá-lo e que a partir dele eles poderão conquistar seus sonhos. A interação e a possibilidade de proporcionar um futuro melhor para os nossos alunos fazem com que nossa profissão seja gratificante. Entretanto, nossa profissão não é apenas um mar de rosas, enfrentamos dificuldades: como a desvalorização de nossa classe; problemas com indisciplina e falta de interesse por parte de alguns alunos. Falando nisso me recordo de um poema de meu poeta maior, Carlos Drummond de Andrade:

Professor
O professor disserta
Sobre ponto difícil do programa.
Um aluno dorme,
Cansado das canseiras desta vida
O professor vai sacudi-lo?
Vai repreendê-lo?
Não.
O professor baixa a voz
Com medo de acordá-lo.

Trabalhamos num jardim tomado por belas flores; flores estas com pontiagudos espinhos. Contudo, pelo que eu saiba todas as profissões tem seus prós e seus contras, até mesmo os políticos, com certeza, encontram suas dificuldades, tanto para se elegerem quanto para se manterem no poder. Posso dizer que tenho orgulho de ser professora, acredito no ensino público de qualidade e luto por isso. Enfim, falar sobre nossa profissão daria uma dissertação de mestrado e/ou uma tese de doutorado, sendo assim, finalizo este texto/relato parabenizando todos nós professores. Nunca é demais repetir: Parabéns para nós professores. “Ser professor é padecer no paraíso”.

11 comentários:

  1. Legal,Lívia. A experiência da docência também é muito afetiva. Parabéns, nesse dia! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. É trancedental a experiência da troca de conhecimentos, ao qual propõe a educação! apesar dos pesares, me sinto extremamente feliz com esta profissão! e gostaria de parabenizá-la, não só por este dia ao qual temos a honra de sermos chamdos professores, mais pelo brilhante e reminiscente texto escrito!
    abraço Livia!
    É NÓIS QUE TÁ..... HEHEHEHE
    PROF: Kleber Alves

    ResponderExcluir
  3. Valeu Paula e Kléber por prestigiarem este espaço. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Xará, parabéns pelo texto e pelo dia!
    quando se gosta do que faz, e o mais importante, demostra paixão pela aprendizagem dos estudantes, como eu interpretei do seu texto, o padecer não fica tão pesado assim!
    não é mesmo?

    :)

    FELICIDADES

    ResponderExcluir
  5. Catequese, Lívia. Com a diferença de que alunos, por aqui, ainda não são antropófagos. Ainda. Num país onde Educação não é prioridade, ser professor é ato de heroísmo. Parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Lívia, pelo nosso dia e por esse texto de reflexão.Neusa.

    ResponderExcluir
  7. Isso mesmo minha xará quando somos apaixonados pelo que fazemos padcemos no paraíso. Meu grande amigo escritor, Eduardo, abrigada pelas palavras. E minha deusa da serenidade, parabéns para vc também.

    ResponderExcluir
  8. "Livia, Parabéns pelo Dia do Professor. Nunca te encontrei pessoalmente, mas acho você a mais simpática e melhor professora do Brasil. Alem de ser uma Maravilhosa cronista de futebol. Grande Abraço
    Wilson Gordon

    ResponderExcluir
  9. Professora Lívia, você está duplamente de parabéns: pelo seu dia e pelo sensível texto. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Wilson, até hoje leio aquele texto que escreveu comentando sobre meu texto publicado em o Popular em 2008, ora ou outra leio aquelas palavras encorajadouras. neste seu comentário vc foi muito gentil meu amigo... Marcelo, obrigada por lembrar do dia dos professores e por ser sempre presença constante em meu espaço.

    ResponderExcluir
  11. Lindo dia... Incrível... Parabéns a vocês professores que tanto encantam e desencantam nossas vidas... ( bom sentido) Mas o meu sincero e simples agradecimento a Vocês a quem nos devemos tanto .... E especialmente você Líh.. Por quem tenho um carinho especial... PARABÈns ..... ^^

    ResponderExcluir