quinta-feira, 26 de agosto de 2010

UFG no nosso Mundim

A Universidade Federal de Goiás desenvolve vários projetos no Waldemar Mundim, eu sou coadjuvante de um deles, me refiro ao PIBID – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência. Sou supervisora/orientadora do projeto sob a coordenação do Professor Dr. Sinval Filho da Faculdade de Letras(FL/UFG). Desoriento, digo, oriento, oito alunos da FL/UFG, os quais passaram por um processo de seleção. Os alunos estão desenvolvendo projetos relacionados a leitura, interpretação e produção escrita. Os diversos gêneros textuais são abordados nesta proposta de trabalho. O PIBID é um projeto recíproco, pois contribui para a formação dos alunos bolsistas, assim como, para um crescimento da nossa escola/alunos/professores. Quero agradecer todos meus colegas de trabalho por sempre serem receptivos com meus pupilos e minhas pupilas e principalmente aos professores: Cyintia, Fatinha e Gismair,por contribuírem diretamente com o projeto. É a UFG atuando no nosso Mundim, e nunca é demais ressaltar que nosso mundim é repleto de saber e interatividade. Agora, Compartilho com vocês parte do trabalho desenvolvido por dois bolsistas, Izabela e Rafael, o qual foi relatado por eles:

O que faz um poema?
NO encontro de hoje, do conjunto de oficinas de 'Poetas na escola', cujo objetivo é levar os alunos a ler e interpretar melhor poesia e principalmente criar poemas, desenvolvemos a oficina denominada "O que faz um poema?", na qual, relembramos alguns conceitos estruturais de um poema, como verso, métrica, rimas, ritmos e destacamos a metáfora, sem detalhar muito nesta última,visto que haverá uma oficina específica sobre as figuras de linguagem mais recorrentes em poemas. Todos esses conhecimentos foram construídos em união, ou seja, nós, oficineiros,apenas sucitamos o desempenho de como chegar aos conceitos, e são os alunos, por meio de suas participações que os constrói. Para essas explicações utilizamos uma seleta de poemas, na qual, tínhamos, por exemplo, um excerto do primeiro canto da "Ilíada", de Homero, "Poema tirado de uma notícia de jornal", de nosso glorioso Manuel Bandeira, excertos do "Diário de Bugrinha", de Manuel de Barros, além retomarmos poemas com "Convite", de João Paulo Paes e "Eu comparo esta vida", do repentista e violeiro Pinto do Monteiro. Vale destacar mais uma vez que a participação dos alunos, pois são estas participações que fazem nossas oficinas, e na oficina de hoje sublinhamos algumas participações como dos alunos Igor, Delion, Fernanda, "Inter", Amanda,Edson, Bia, Jordana, entre outros.
Rafael Barrozo e Izabela Lippi

2010-08-26

Um comentário:

  1. Lívia...

    Obrigada pelo espaço.

    De pouquinho em pouquinho vamos construindo um futuro melhor pra esses alunos.

    Obrigada especialmente a Cyntia pelo espaço das aulas cedido e por acreditar em nosso projeto.

    Vocês do Waldemar Mundim também fazem a diferença para nós da UFG!!!

    PS.: Adorei o 'desoriento'... rsrsrs

    ResponderExcluir

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

UFG no nosso Mundim

A Universidade Federal de Goiás desenvolve vários projetos no Waldemar Mundim, eu sou coadjuvante de um deles, me refiro ao PIBID – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência. Sou supervisora/orientadora do projeto sob a coordenação do Professor Dr. Sinval Filho da Faculdade de Letras(FL/UFG). Desoriento, digo, oriento, oito alunos da FL/UFG, os quais passaram por um processo de seleção. Os alunos estão desenvolvendo projetos relacionados a leitura, interpretação e produção escrita. Os diversos gêneros textuais são abordados nesta proposta de trabalho. O PIBID é um projeto recíproco, pois contribui para a formação dos alunos bolsistas, assim como, para um crescimento da nossa escola/alunos/professores. Quero agradecer todos meus colegas de trabalho por sempre serem receptivos com meus pupilos e minhas pupilas e principalmente aos professores: Cyintia, Fatinha e Gismair,por contribuírem diretamente com o projeto. É a UFG atuando no nosso Mundim, e nunca é demais ressaltar que nosso mundim é repleto de saber e interatividade. Agora, Compartilho com vocês parte do trabalho desenvolvido por dois bolsistas, Izabela e Rafael, o qual foi relatado por eles:

O que faz um poema?
NO encontro de hoje, do conjunto de oficinas de 'Poetas na escola', cujo objetivo é levar os alunos a ler e interpretar melhor poesia e principalmente criar poemas, desenvolvemos a oficina denominada "O que faz um poema?", na qual, relembramos alguns conceitos estruturais de um poema, como verso, métrica, rimas, ritmos e destacamos a metáfora, sem detalhar muito nesta última,visto que haverá uma oficina específica sobre as figuras de linguagem mais recorrentes em poemas. Todos esses conhecimentos foram construídos em união, ou seja, nós, oficineiros,apenas sucitamos o desempenho de como chegar aos conceitos, e são os alunos, por meio de suas participações que os constrói. Para essas explicações utilizamos uma seleta de poemas, na qual, tínhamos, por exemplo, um excerto do primeiro canto da "Ilíada", de Homero, "Poema tirado de uma notícia de jornal", de nosso glorioso Manuel Bandeira, excertos do "Diário de Bugrinha", de Manuel de Barros, além retomarmos poemas com "Convite", de João Paulo Paes e "Eu comparo esta vida", do repentista e violeiro Pinto do Monteiro. Vale destacar mais uma vez que a participação dos alunos, pois são estas participações que fazem nossas oficinas, e na oficina de hoje sublinhamos algumas participações como dos alunos Igor, Delion, Fernanda, "Inter", Amanda,Edson, Bia, Jordana, entre outros.
Rafael Barrozo e Izabela Lippi

2010-08-26

Um comentário:

  1. Lívia...

    Obrigada pelo espaço.

    De pouquinho em pouquinho vamos construindo um futuro melhor pra esses alunos.

    Obrigada especialmente a Cyntia pelo espaço das aulas cedido e por acreditar em nosso projeto.

    Vocês do Waldemar Mundim também fazem a diferença para nós da UFG!!!

    PS.: Adorei o 'desoriento'... rsrsrs

    ResponderExcluir