segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Escrita em crise
Não sei o que tem acontecido comigo, mas estou desaprendendo escrever. Não é segredo para ninguém a minha enorme paixão pelo futebol e o meu bairrismo extremo: torço e acompanho os times do futebol goiano. Assim, após acompanhar cada jogo, eu mais que depressa escrevia meu ponto de vista sobre os mesmos. Textos, os quais poderiam ser classificados como crônicas e/ou resenhas. Entretanto, atualmente, começa jogo, termina jogo e eu sem o mínimo ânimo para escrever. Não sei se é devido ao fato da tamanha decepção que tais times tem me proporcionado e/ou devido a tamanhas angústias que invadem meu ser, o fato é que minha escrita sobre uma de minhas grandes paixões anda em crise. E o pior, parece que sei escrever textos apenas sobre tal esporte, que falta de competência a minha. Não, mas não vou me menosprezar tanto assim, escrevo textos teóricos, porém estes não são cabíveis neste espaço. Contudo, sorte a minha, que meu blog é para ser heterogêneo: futebol, educação e cultura. E o melhor, com contribuição de alunos, colegas de trabalho e amigos. Estou aguardando contribuições.

Um comentário:

  1. Altos e baixos na inspiração são absolutamente normais. Procure não pensar muito nisso que a crise naturalmente vai embora. Muito bonito tb o soneto em sua homenagem. Aproveito para agradecer o comment no meu sítio. Um beijo, Lívia.

    ResponderExcluir

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Escrita em crise
Não sei o que tem acontecido comigo, mas estou desaprendendo escrever. Não é segredo para ninguém a minha enorme paixão pelo futebol e o meu bairrismo extremo: torço e acompanho os times do futebol goiano. Assim, após acompanhar cada jogo, eu mais que depressa escrevia meu ponto de vista sobre os mesmos. Textos, os quais poderiam ser classificados como crônicas e/ou resenhas. Entretanto, atualmente, começa jogo, termina jogo e eu sem o mínimo ânimo para escrever. Não sei se é devido ao fato da tamanha decepção que tais times tem me proporcionado e/ou devido a tamanhas angústias que invadem meu ser, o fato é que minha escrita sobre uma de minhas grandes paixões anda em crise. E o pior, parece que sei escrever textos apenas sobre tal esporte, que falta de competência a minha. Não, mas não vou me menosprezar tanto assim, escrevo textos teóricos, porém estes não são cabíveis neste espaço. Contudo, sorte a minha, que meu blog é para ser heterogêneo: futebol, educação e cultura. E o melhor, com contribuição de alunos, colegas de trabalho e amigos. Estou aguardando contribuições.

Um comentário:

  1. Altos e baixos na inspiração são absolutamente normais. Procure não pensar muito nisso que a crise naturalmente vai embora. Muito bonito tb o soneto em sua homenagem. Aproveito para agradecer o comment no meu sítio. Um beijo, Lívia.

    ResponderExcluir