sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Especialidade do Dragão

Embora o Dragão seja uma fera imponente, a qual amedronta muita gente, na elite do futebol brasileiro, a história tem sido um pouco diferente. Levou bicadas de Periquito, de Urubu e de Galo, foi “mordido” por Peixe, enfim todos estavam/estão querendo pontuar em cima da desmistificada fera. As chamas do Dragão estavam servindo apenas para iluminar o caminho dos adversários; as chamas se configuraram em uma potente lanterna. O lanterninha da competição, que humilhação! Era o que mais se ouvia dos locutores e comentaristas da televisão.
Acanhado, ferido, mas faminto e confiante o Dragão foi convidado para alegrar a festa de aniversário do velho Porco; 96 anos no lombo, e por falar em lombo, um lombinho assado cai muito bem . Enfrentar o lanterninha da competição faria jus a comemoração, com dois ou três golpes estaria a fera abatida no chão. Mera ilusão. De nada adiantou o comando do Felipão.
Mal chegou e o Dragão já foi parabenizando o adversário; Elias se mostrou muito solidário e deu três presentes de aniversário. Não sei se os palmeirenses gostaram do presente, mas, porco ganhado, digo, cavalo ganhado, não se olha os dentes; mesmo que seja o preterido presente de grego.
O Dragão se mostrou um exímio especialista na preparação de carne suína. Pela Copa do Brasil, com tamanha paciência saiu um porco à pururuca daqueles... No Brasileirão, após sofrer muita humilhação, e com uma fome de Leão, digo, de Dragão, já foi logo fritando o porco. Entretanto, o lombo foi preparado por último, assado, como este convém ser saboreado. Se por um lado nos últimos anos o Santos tem se consolidado um grande freguês esmeraldino, por outro o Palmeiras tem alegrado muito a freguesia atleticana.
O time do Atlético aos poucos tem progredido. Diante dos reservas do Inter, o time da Campininha teve uma boa atuação, por pouco não ganhou a partida; tinha uma trave no final do caminho da bola chutada por Willian. Contudo, se tratavam dos reservas do Inter, mas o time progredira. No jogo contra o Palmeiras, a progressão continuou; o Atlético foi senhor absoluto do jogo, parecia até que estava jogando em casa. Com o meio campo neutralizando e criando as jogadas, a defesa atleticana ficou sossegada e o ataque mais alimentado. É cedo para tal afirmação, mas me parece que o Diguinho veio para levantar o nível do futebol do Dragão. Será que o Dragão continuará progredindo na competição?

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

UFG no nosso Mundim

A Universidade Federal de Goiás desenvolve vários projetos no Waldemar Mundim, eu sou coadjuvante de um deles, me refiro ao PIBID – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência. Sou supervisora/orientadora do projeto sob a coordenação do Professor Dr. Sinval Filho da Faculdade de Letras(FL/UFG). Desoriento, digo, oriento, oito alunos da FL/UFG, os quais passaram por um processo de seleção. Os alunos estão desenvolvendo projetos relacionados a leitura, interpretação e produção escrita. Os diversos gêneros textuais são abordados nesta proposta de trabalho. O PIBID é um projeto recíproco, pois contribui para a formação dos alunos bolsistas, assim como, para um crescimento da nossa escola/alunos/professores. Quero agradecer todos meus colegas de trabalho por sempre serem receptivos com meus pupilos e minhas pupilas e principalmente aos professores: Cyintia, Fatinha e Gismair,por contribuírem diretamente com o projeto. É a UFG atuando no nosso Mundim, e nunca é demais ressaltar que nosso mundim é repleto de saber e interatividade. Agora, Compartilho com vocês parte do trabalho desenvolvido por dois bolsistas, Izabela e Rafael, o qual foi relatado por eles:

O que faz um poema?
NO encontro de hoje, do conjunto de oficinas de 'Poetas na escola', cujo objetivo é levar os alunos a ler e interpretar melhor poesia e principalmente criar poemas, desenvolvemos a oficina denominada "O que faz um poema?", na qual, relembramos alguns conceitos estruturais de um poema, como verso, métrica, rimas, ritmos e destacamos a metáfora, sem detalhar muito nesta última,visto que haverá uma oficina específica sobre as figuras de linguagem mais recorrentes em poemas. Todos esses conhecimentos foram construídos em união, ou seja, nós, oficineiros,apenas sucitamos o desempenho de como chegar aos conceitos, e são os alunos, por meio de suas participações que os constrói. Para essas explicações utilizamos uma seleta de poemas, na qual, tínhamos, por exemplo, um excerto do primeiro canto da "Ilíada", de Homero, "Poema tirado de uma notícia de jornal", de nosso glorioso Manuel Bandeira, excertos do "Diário de Bugrinha", de Manuel de Barros, além retomarmos poemas com "Convite", de João Paulo Paes e "Eu comparo esta vida", do repentista e violeiro Pinto do Monteiro. Vale destacar mais uma vez que a participação dos alunos, pois são estas participações que fazem nossas oficinas, e na oficina de hoje sublinhamos algumas participações como dos alunos Igor, Delion, Fernanda, "Inter", Amanda,Edson, Bia, Jordana, entre outros.
Rafael Barrozo e Izabela Lippi

2010-08-26

domingo, 22 de agosto de 2010

Mais uma escrita magnífica do meu poeta maior, apreciem:

RECOMEÇAR

Não importa onde você parou…
em que momento da vida você cansou…
o que importa é que sempre é possível e
necessário “Recomeçar”.

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo…
é renovar as esperanças na vida e o mais importante…
acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
foi aprendizado…
Chorou muito?
foi limpeza da alma…

Ficou com raiva das pessoas?
foi para perdoá-las um dia…

Sentiu-se só por diversas vezes?
é porque fechaste a porta até para os anjos…
Acreditou que tudo estava perdido?
era o início da tua melhora…
Pois é…agora é hora de reiniciar…de pensar na luz…
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal
Um corte de cabelo arrojado…diferente?
Um novo curso…ou aquele velho desejo de aprender a
pintar…desenhar…dominar o computador…
ou qualquer outra coisa…

Olha quanto desafio…quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te
esperando.

Tá se sentindo sozinho?
besteira…tem tanta gente que você afastou com o
seu “período de isolamento”…
tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu
para “chegar” perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza…
nem nós mesmos nos suportamos…
ficamos horríveis…
o mal humor vai comendo nosso fígado…
até a boca fica amarga.
Recomeçar…hoje é um bom dia para começar novos
desafios.
Onde você quer chegar? ir alto…sonhe alto… queira o
melhor do melhor… queira coisas boas para a vida… pensando assim
trazemos prá nós aquilo que desejamos… se pensamos pequeno…
coisas pequenas teremos…
já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente
lutarmos pelo melhor…
o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental…
joga fora tudo que te prende ao passado… ao mundinho
de coisas tristes…
fotos…peças de roupa, papel de bala…ingressos de
cinema, bilhetes de viagens… e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados… jogue tudo fora… mas principalmente… esvazie seu coração… fique pronto para a vida… para um novo amor… Lembre-se somos apaixonáveis… somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes… afinal de contas… Nós somos o “Amor”…
” Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do
tamanho da minha altura.”

Carlos Drummond de Andrade.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

E chegou a Secretária

Acerta detalhes aqui, arruma uma coisinha ali e pronto, estava tudo pronto para acolher a Secretária de Educação para inaugurar o nosso Mundim. Antes da inauguração a Secretária visitou as dependências da escola e foi muito atenciosa com todos. Durante a cerimônia, tivemos a fala da Gracciele(é aquela mesma menina sapeca, a qual mencionei em outro texto). Ela falou dos nove anos de Waldemar Mundim, de como a escola se transformou para melhor neste período e que vai sentir saudades, vez que é o seu último ano na escola. O nosso menino poeta e ator recitou um de seus poemas. O diretor Aires enfatizou os avanços da nossa escola... E finalmente foi a vez dela, Milca Severino, ela muito baixinha para proferir seu discurso subiu em uma cadeira, me deu até tremedeira, pois fiquei pensando besteira. Ela nos parabenizou pelo nosso time, mas infelizmente este não pode ser comparado com Goiás, Vila Nova ou Atlético e sim com Corinthians e Fluminense, melhores times brasileiros da atualidade. Que fatalidade!

Visita da Milca

segunda-feira, 9 de agosto de 2010


Marcos Jefferson, aluno do Waldemar Mundim, escreveu este soneto para mim. Em tal soneto percebo um eu lírico procurando em mim uma ajuda para auxiliá-lo num conflito pelo qual vivencia. Que bom que ele vê em mim um apoio amigo. Fiquei muito feliz em ter recebido tal homenagem, um poema feito para mim,...

Soneto à Lívia

Ilumina teu rosto e
faça um silêncio.
Deixe que me perca em teus olhos
só para saborear tua voz auxiliadora

De pé com uma vela na mão
espanta as silhuetas do meu vagão
sempre prostrado protege as portas do meu coração
que tão fechadas, abertas jamais serão.

Menina, moça, mulher,
donzela dona da Aurora
partitura de uma manhã sonora.

Dê-me a honra de teu braço
venha correndo me abrace
pare,ouça,veja e sinta o traço.

Marcos Jefferson
Escrita em crise
Não sei o que tem acontecido comigo, mas estou desaprendendo escrever. Não é segredo para ninguém a minha enorme paixão pelo futebol e o meu bairrismo extremo: torço e acompanho os times do futebol goiano. Assim, após acompanhar cada jogo, eu mais que depressa escrevia meu ponto de vista sobre os mesmos. Textos, os quais poderiam ser classificados como crônicas e/ou resenhas. Entretanto, atualmente, começa jogo, termina jogo e eu sem o mínimo ânimo para escrever. Não sei se é devido ao fato da tamanha decepção que tais times tem me proporcionado e/ou devido a tamanhas angústias que invadem meu ser, o fato é que minha escrita sobre uma de minhas grandes paixões anda em crise. E o pior, parece que sei escrever textos apenas sobre tal esporte, que falta de competência a minha. Não, mas não vou me menosprezar tanto assim, escrevo textos teóricos, porém estes não são cabíveis neste espaço. Contudo, sorte a minha, que meu blog é para ser heterogêneo: futebol, educação e cultura. E o melhor, com contribuição de alunos, colegas de trabalho e amigos. Estou aguardando contribuições.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Convite

Para variar, mais um convite muito especial, quem é amante do teatro tem por obrigatoriedade prestigiar. Prestigiem a peça Cabaré Goiano toda quinta no Martim Cererê às 20:00hs. A peça em questão conta com o ator Kléber Alves, o qual é professor do Waldemar Mundim. O nosso Mundim, além de ser repleto de saber e interatividade é permeado por poetas,modelos, cantores e atores.... Venham conferir, mas antes prestigiem Cabaré Goiano.


terça-feira, 3 de agosto de 2010

Um presente muito especial


Ainda está longe do meu aniversário, entretanto, recebi um presente muito especial, o qual compartilho com vocês. É um poema escrito pela minha amiga poeta, Zezinha de Souza, eu amei o presente, é lindo... Estou extremamente agradecida minha amiga pelo carinho, pena que não poderei retribuir com outro poema, vez que de poeta só tenho o extremo amor pela poesia.



DECISÃO

Decidi ser feliz,
Não importa se está claro ou escuro,
Se está quente,
Se está frio.
Não importa...
Serei feliz assim mesmo!
Não importa se tenho você aqui
Ou se longe de mim estás
Não importa...
Serei feliz assim mesmo!
Pois de tanto procurar
A felicidade encontrar
Descobri onde ela está.
Banhando meus sonhos de amor
Nas águas salgadas do mar
Nos raios do Sol
Ou na luz do Luar
Viajei pra dentro de mim
Perdi-me nos labirintos do meu ser
Não desisti, insisti
E quando enfim me encontrei...
Lá estava ela
Sorrindo pra mim.

Zezinha Sousa

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Especialidade do Dragão

Embora o Dragão seja uma fera imponente, a qual amedronta muita gente, na elite do futebol brasileiro, a história tem sido um pouco diferente. Levou bicadas de Periquito, de Urubu e de Galo, foi “mordido” por Peixe, enfim todos estavam/estão querendo pontuar em cima da desmistificada fera. As chamas do Dragão estavam servindo apenas para iluminar o caminho dos adversários; as chamas se configuraram em uma potente lanterna. O lanterninha da competição, que humilhação! Era o que mais se ouvia dos locutores e comentaristas da televisão.
Acanhado, ferido, mas faminto e confiante o Dragão foi convidado para alegrar a festa de aniversário do velho Porco; 96 anos no lombo, e por falar em lombo, um lombinho assado cai muito bem . Enfrentar o lanterninha da competição faria jus a comemoração, com dois ou três golpes estaria a fera abatida no chão. Mera ilusão. De nada adiantou o comando do Felipão.
Mal chegou e o Dragão já foi parabenizando o adversário; Elias se mostrou muito solidário e deu três presentes de aniversário. Não sei se os palmeirenses gostaram do presente, mas, porco ganhado, digo, cavalo ganhado, não se olha os dentes; mesmo que seja o preterido presente de grego.
O Dragão se mostrou um exímio especialista na preparação de carne suína. Pela Copa do Brasil, com tamanha paciência saiu um porco à pururuca daqueles... No Brasileirão, após sofrer muita humilhação, e com uma fome de Leão, digo, de Dragão, já foi logo fritando o porco. Entretanto, o lombo foi preparado por último, assado, como este convém ser saboreado. Se por um lado nos últimos anos o Santos tem se consolidado um grande freguês esmeraldino, por outro o Palmeiras tem alegrado muito a freguesia atleticana.
O time do Atlético aos poucos tem progredido. Diante dos reservas do Inter, o time da Campininha teve uma boa atuação, por pouco não ganhou a partida; tinha uma trave no final do caminho da bola chutada por Willian. Contudo, se tratavam dos reservas do Inter, mas o time progredira. No jogo contra o Palmeiras, a progressão continuou; o Atlético foi senhor absoluto do jogo, parecia até que estava jogando em casa. Com o meio campo neutralizando e criando as jogadas, a defesa atleticana ficou sossegada e o ataque mais alimentado. É cedo para tal afirmação, mas me parece que o Diguinho veio para levantar o nível do futebol do Dragão. Será que o Dragão continuará progredindo na competição?

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

UFG no nosso Mundim

A Universidade Federal de Goiás desenvolve vários projetos no Waldemar Mundim, eu sou coadjuvante de um deles, me refiro ao PIBID – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência. Sou supervisora/orientadora do projeto sob a coordenação do Professor Dr. Sinval Filho da Faculdade de Letras(FL/UFG). Desoriento, digo, oriento, oito alunos da FL/UFG, os quais passaram por um processo de seleção. Os alunos estão desenvolvendo projetos relacionados a leitura, interpretação e produção escrita. Os diversos gêneros textuais são abordados nesta proposta de trabalho. O PIBID é um projeto recíproco, pois contribui para a formação dos alunos bolsistas, assim como, para um crescimento da nossa escola/alunos/professores. Quero agradecer todos meus colegas de trabalho por sempre serem receptivos com meus pupilos e minhas pupilas e principalmente aos professores: Cyintia, Fatinha e Gismair,por contribuírem diretamente com o projeto. É a UFG atuando no nosso Mundim, e nunca é demais ressaltar que nosso mundim é repleto de saber e interatividade. Agora, Compartilho com vocês parte do trabalho desenvolvido por dois bolsistas, Izabela e Rafael, o qual foi relatado por eles:

O que faz um poema?
NO encontro de hoje, do conjunto de oficinas de 'Poetas na escola', cujo objetivo é levar os alunos a ler e interpretar melhor poesia e principalmente criar poemas, desenvolvemos a oficina denominada "O que faz um poema?", na qual, relembramos alguns conceitos estruturais de um poema, como verso, métrica, rimas, ritmos e destacamos a metáfora, sem detalhar muito nesta última,visto que haverá uma oficina específica sobre as figuras de linguagem mais recorrentes em poemas. Todos esses conhecimentos foram construídos em união, ou seja, nós, oficineiros,apenas sucitamos o desempenho de como chegar aos conceitos, e são os alunos, por meio de suas participações que os constrói. Para essas explicações utilizamos uma seleta de poemas, na qual, tínhamos, por exemplo, um excerto do primeiro canto da "Ilíada", de Homero, "Poema tirado de uma notícia de jornal", de nosso glorioso Manuel Bandeira, excertos do "Diário de Bugrinha", de Manuel de Barros, além retomarmos poemas com "Convite", de João Paulo Paes e "Eu comparo esta vida", do repentista e violeiro Pinto do Monteiro. Vale destacar mais uma vez que a participação dos alunos, pois são estas participações que fazem nossas oficinas, e na oficina de hoje sublinhamos algumas participações como dos alunos Igor, Delion, Fernanda, "Inter", Amanda,Edson, Bia, Jordana, entre outros.
Rafael Barrozo e Izabela Lippi

2010-08-26

domingo, 22 de agosto de 2010

Mais uma escrita magnífica do meu poeta maior, apreciem:

RECOMEÇAR

Não importa onde você parou…
em que momento da vida você cansou…
o que importa é que sempre é possível e
necessário “Recomeçar”.

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo…
é renovar as esperanças na vida e o mais importante…
acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
foi aprendizado…
Chorou muito?
foi limpeza da alma…

Ficou com raiva das pessoas?
foi para perdoá-las um dia…

Sentiu-se só por diversas vezes?
é porque fechaste a porta até para os anjos…
Acreditou que tudo estava perdido?
era o início da tua melhora…
Pois é…agora é hora de reiniciar…de pensar na luz…
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal
Um corte de cabelo arrojado…diferente?
Um novo curso…ou aquele velho desejo de aprender a
pintar…desenhar…dominar o computador…
ou qualquer outra coisa…

Olha quanto desafio…quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te
esperando.

Tá se sentindo sozinho?
besteira…tem tanta gente que você afastou com o
seu “período de isolamento”…
tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu
para “chegar” perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza…
nem nós mesmos nos suportamos…
ficamos horríveis…
o mal humor vai comendo nosso fígado…
até a boca fica amarga.
Recomeçar…hoje é um bom dia para começar novos
desafios.
Onde você quer chegar? ir alto…sonhe alto… queira o
melhor do melhor… queira coisas boas para a vida… pensando assim
trazemos prá nós aquilo que desejamos… se pensamos pequeno…
coisas pequenas teremos…
já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente
lutarmos pelo melhor…
o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental…
joga fora tudo que te prende ao passado… ao mundinho
de coisas tristes…
fotos…peças de roupa, papel de bala…ingressos de
cinema, bilhetes de viagens… e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados… jogue tudo fora… mas principalmente… esvazie seu coração… fique pronto para a vida… para um novo amor… Lembre-se somos apaixonáveis… somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes… afinal de contas… Nós somos o “Amor”…
” Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do
tamanho da minha altura.”

Carlos Drummond de Andrade.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

E chegou a Secretária

Acerta detalhes aqui, arruma uma coisinha ali e pronto, estava tudo pronto para acolher a Secretária de Educação para inaugurar o nosso Mundim. Antes da inauguração a Secretária visitou as dependências da escola e foi muito atenciosa com todos. Durante a cerimônia, tivemos a fala da Gracciele(é aquela mesma menina sapeca, a qual mencionei em outro texto). Ela falou dos nove anos de Waldemar Mundim, de como a escola se transformou para melhor neste período e que vai sentir saudades, vez que é o seu último ano na escola. O nosso menino poeta e ator recitou um de seus poemas. O diretor Aires enfatizou os avanços da nossa escola... E finalmente foi a vez dela, Milca Severino, ela muito baixinha para proferir seu discurso subiu em uma cadeira, me deu até tremedeira, pois fiquei pensando besteira. Ela nos parabenizou pelo nosso time, mas infelizmente este não pode ser comparado com Goiás, Vila Nova ou Atlético e sim com Corinthians e Fluminense, melhores times brasileiros da atualidade. Que fatalidade!

Visita da Milca

segunda-feira, 9 de agosto de 2010


Marcos Jefferson, aluno do Waldemar Mundim, escreveu este soneto para mim. Em tal soneto percebo um eu lírico procurando em mim uma ajuda para auxiliá-lo num conflito pelo qual vivencia. Que bom que ele vê em mim um apoio amigo. Fiquei muito feliz em ter recebido tal homenagem, um poema feito para mim,...

Soneto à Lívia

Ilumina teu rosto e
faça um silêncio.
Deixe que me perca em teus olhos
só para saborear tua voz auxiliadora

De pé com uma vela na mão
espanta as silhuetas do meu vagão
sempre prostrado protege as portas do meu coração
que tão fechadas, abertas jamais serão.

Menina, moça, mulher,
donzela dona da Aurora
partitura de uma manhã sonora.

Dê-me a honra de teu braço
venha correndo me abrace
pare,ouça,veja e sinta o traço.

Marcos Jefferson
Escrita em crise
Não sei o que tem acontecido comigo, mas estou desaprendendo escrever. Não é segredo para ninguém a minha enorme paixão pelo futebol e o meu bairrismo extremo: torço e acompanho os times do futebol goiano. Assim, após acompanhar cada jogo, eu mais que depressa escrevia meu ponto de vista sobre os mesmos. Textos, os quais poderiam ser classificados como crônicas e/ou resenhas. Entretanto, atualmente, começa jogo, termina jogo e eu sem o mínimo ânimo para escrever. Não sei se é devido ao fato da tamanha decepção que tais times tem me proporcionado e/ou devido a tamanhas angústias que invadem meu ser, o fato é que minha escrita sobre uma de minhas grandes paixões anda em crise. E o pior, parece que sei escrever textos apenas sobre tal esporte, que falta de competência a minha. Não, mas não vou me menosprezar tanto assim, escrevo textos teóricos, porém estes não são cabíveis neste espaço. Contudo, sorte a minha, que meu blog é para ser heterogêneo: futebol, educação e cultura. E o melhor, com contribuição de alunos, colegas de trabalho e amigos. Estou aguardando contribuições.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Convite

Para variar, mais um convite muito especial, quem é amante do teatro tem por obrigatoriedade prestigiar. Prestigiem a peça Cabaré Goiano toda quinta no Martim Cererê às 20:00hs. A peça em questão conta com o ator Kléber Alves, o qual é professor do Waldemar Mundim. O nosso Mundim, além de ser repleto de saber e interatividade é permeado por poetas,modelos, cantores e atores.... Venham conferir, mas antes prestigiem Cabaré Goiano.


terça-feira, 3 de agosto de 2010

Um presente muito especial


Ainda está longe do meu aniversário, entretanto, recebi um presente muito especial, o qual compartilho com vocês. É um poema escrito pela minha amiga poeta, Zezinha de Souza, eu amei o presente, é lindo... Estou extremamente agradecida minha amiga pelo carinho, pena que não poderei retribuir com outro poema, vez que de poeta só tenho o extremo amor pela poesia.



DECISÃO

Decidi ser feliz,
Não importa se está claro ou escuro,
Se está quente,
Se está frio.
Não importa...
Serei feliz assim mesmo!
Não importa se tenho você aqui
Ou se longe de mim estás
Não importa...
Serei feliz assim mesmo!
Pois de tanto procurar
A felicidade encontrar
Descobri onde ela está.
Banhando meus sonhos de amor
Nas águas salgadas do mar
Nos raios do Sol
Ou na luz do Luar
Viajei pra dentro de mim
Perdi-me nos labirintos do meu ser
Não desisti, insisti
E quando enfim me encontrei...
Lá estava ela
Sorrindo pra mim.

Zezinha Sousa